SAMBAS de EXALTAÇÃO

Original

O meu maior prazer na vida,
É ver o meu Arranco desfilar!
O branco se confunde na Avenida
Nesse mundo azulado
Que passa a cintilar
Bem pouca gente entenderia
Que aos primeiros dos passos da canção
Marcados pela nossa bateria
Facilmente acontece
Chorar de emoção

A bandeira da porta-bandeira a girar
E o moinho de vento,
Que mesmo sem vento não pode parar
A baiana da nossa baiana a rodar
Nas sandálias de prata acabou
Com a prata de tanto sambar

Vem, vem, vem Rainha Oxum
Vem, vem, vem meu pai Xangô
E entrem no peito de cada um
Não esqueçam detalhe nenhum
Desse nosso desfile Nagô


Atualizado

O meu maior prazer na vida,
É ver o meu Arranco desfilar!
O branco se confunde na Avenida
Nesse mundo azulado
Que passa a cintilar
Bem pouca gente entenderia
Que aos primeiros dos passos da canção
Marcados pela nossa bateria
Facilmente acontece
Chorar de emoção

A bandeira da porta-bandeira a girar
E o moinho de vento, que mesmo sem vento não pode parar
A baiana da nossa baiana a rodar
Nas sandálias de prata acabou
Com a prata de tanto sambar

Harmonia, que esplendor
Velha guarda, é só amor
E no sorriso da linda criança
Pra guardar na lembrança
Nossa escola chegou